quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Qual a paz que eu não quero conservar pra tentar ser feliz?


Tudo ia tão bem, minhas noites eram preenchidas com sono novamente.
Tudo ia tão bem, meus sonhos finalmente não me levantavam aos berros.
Tudo ia tão bem, meu peito parecia ainda ter esperanças de sobreviver...

Tudo ia realmente tão bem?

Uma única doce, acanhada e insegura voz me trouxe de volta ao pesadelo da vida real. Dizem que o pior cego é o que não quer ver, acho que o pior infeliz é o que tem necessidade vital pelo que o torna triste.

Tenha ao seu lado todos os sonhos e viva uma vida vazia.
Perca o maior dos seus sonhos e torne-se forte pra não permitir que sua vida seja fraca, pequena e vazia.

Tudo segue o caminho que tem que seguir, o mundo não é mais cruel pra mim do que para outro. Minhas atitudes formam meu caráter, meu caráter molda minha mente, minha mente trilha meu caminho.

Não quero a cola, quero o livro certo...

Um comentário:

Léo disse...

“Não se lamente por as coisas não lhe acontecerem, corra atrás do que quer.
Seja homem e faça acontecer. A vida é curta demais. E muita gente passa suas vidas planejando situação que muitas vezes não acontecem por falta de atitude. Não seja um sonhador apenas. Faça acontecer.”