domingo, 21 de fevereiro de 2010

Existem pessoas e pessoas.

Era manhã e eu estava irritado e com sono.
Tudo normal.
Fiz sinal pro ônibus e consegui espaço suficiente pra colocar 1/3 do meu corpo. Quer dizer, dia de sorte.

Choveu um pouco e isso foi o suficiente para aquelas coisas bípedes que alguns chamam de pessoas fechar todas as janelas.

Lembrando que moro no Rio de Janeiro, atualmente a temperatura média é de 50ºC. De irritado passei a um nível incalculável. Ira total.

Se não fosse o suficiente sempre tem alguém que nos lembra do lado negro da força:


- Bora motorista!

Se tem coisa mais irritante que gente que fica falando pro motorista ir mais rápido eu não lembro agora.

- Deixa de ser lerdo!


- Fecha essa porta que já ta cheio!

Eu tinha certeza que estava chorando sangue, tamanha era minha ira.

E parece que não era só eu.

- Como é que é motorista! Anda logo! Deixa de ser...

- Cala a boca PORRA!!!!

Sabe aquela voz que parece um trovão? Sabe aquele som que cala todos os outros ao redor?!

Pois é.

Acho que até o motor se calou porque depois desse grito o dono da voz só sussurrou. Mas todo mundo conseguiu ouvir.

- Ou você cala essa boca ou você vai a pé.

Silêncio.



O motor voltou a funcionar. Algumas janelas se abriram. E acho que algumas pessoas até voltaram a respirar. Só algumas.











Imponência; ou você tem, ou você não tem.

4 comentários:

Arth disse...

Esse cara é bom!

Obs.: Ta muito foda a foto.

Pedro Porra disse...

caralho o cara parece até eu.

Leonardo Xavier disse...

Sabe o que eu mais detesto na atualidade é o hábito de se colocar a música para tocar no celular a todo volume. O pior é que o infeliz sempre tem mau gosto...

Lucas disse...

esse cara me fez lembra uma vexz eu voltando de niteroi de onibus!
-BORA ZÉ RUELA,TEM CRIANÇA PASSANDO MAL AKI!