terça-feira, 19 de janeiro de 2010

BALADA!



Preciso falar sobre expectativas frustradas.

Uma pessoa é legal, bacana, um chuchu. Você de repente passa a ter uma certa admiração por ela. Ela é divertida, inteligente, atraente e você pode parar pra conversar com ela sem que isso pareça uma tentativa vã de conquistá-la.

Obviamente alguém com tantos adjetivos positivos acaba por te conquistar. Até aí tudo bem, é vida que segue. Desde que você não seja uma pessoa doentiamente carente, chata ou burra, você sobrevive a ser conquistado.

O tempo passa e como você se sente bem perto dela, acaba ficando mais perto ainda. Aí já era, a partir desse momento todo cuidado é pouco, de conquistado você pode passar a apaixonado e assim fudeu tudo.

Mas tudo corre bem, seu coração fica numa boa, nem se abala muito com ela. Todo orgulhoso você se dedica a sua mais nova amizade. Sem paixão. Sem dinheiro. E com carinho.

Porém, em dado momento você tropeça em alguma coisa e cai de cara no chão! Xinga um simpático palavrão, olha pra trás e voilà! Era um pedacinho de ego inflado que saía pela lateral, como se fosse um pneuzinho.

Pronto, fudeu tudo. Você foi mal interpretado e agora ela acha que és um pretendente. Mas não! Você não é pretendente a porra nenhuma!

Simpaticamente você tenta deixar isso claro. Indiretamente, claro, pra ser discreto.

Obviamente da tudo errado. Porque mesmo antes de descermos das árvores já sabíamos que é melhor ser direto. O ser humano tem imaginação, que é uma peça que Deus instalou em cada humano, que serve pra, entre outras coisas, obrigar um a ser sincero com o outro. Mas ninguém é. Ou por medo de machucar o próximo, ou por vontade de machucar o próximo. Ou simplesmente finge que é pra ser aceito na sociedade, mas no fundo não é (nem aceito, nem sincero).

Enfim, ela se apaixona por você. Só que você tem um Q de otário romântico e acha que precisa ser sincero, aí diz que na verdade não é apaixonado por ela, mas explica que ela é especial e vocês podem tentar. Ela faz questão de não entender e se ofende.

Agora você perdeu a amiga, a mulher e o respeito já que agora ninguém vai te entender e todos vão te achar um babaca.

Um comentário:

Lucas disse...

isso aconteceu com vc ?