segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Samba comigo?!?

"Quem se atreve a me dizer do que é feito o samba?
Quem se atreve a me dizer?
Não, eu não sambo mais em vão
O meu samba tem cordão
O meu bloco tem sem ter e ainda assim
Sambo bem a dois por mim
Bambo e só, mas sambo sim
Sambo por gostar de alguém gostar de
Me lavra a alma, me leva embora
Deixa haver samba no peito de quem (chora)
Quem se atreve a me dizer do que é feito o samba?
Quem se atreve a me dizer?
Quem me ensinou a te dizer
Vem que passa o teu sofrer
Foi mais um que deu as mãos entre nós dois
Eu entendo o seu depois
Não me entenda aqui por mal
Mas pro samba foi vital falar em
Me laça a alma, me leva agora
Já que um bom samba não tem lugar nem (hora)
Nem se atreva a me dizer do que é feito o samba
Nem se atreva a me dizer"

Um comentário:

Léo disse...

Nem se atreva...