quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

#1 Sol com algumas nuvens e uísque com duas pedras de gelo

Sol com algumas nuvens, uísque com duas pedras de gelo e um corpo sem vida ao chão.
Do lado de fora da mansão Oliveira o espirituoso Marcelo, ou melhor, o corpo do espirituoso Marcelo jazia a borda da piscina.
Isolada no alto da colina monte verde,no Brasil, a mansão era isolada do resto do mundo. O que deveria ser um lugar de paz e tranquilidade acabaria como um pesadelo para 10 pessoas.
Antonio, que era como um zelador da mansão, foi o primeiro a chegar a piscina naquela manhã de sábado. Diariamente as sete horas Antonio cuidava das piscinas e dos cães. Porém naquela manhã os cães não fizeram o barulho habitual, alias, eles nem podiam ser vistos no quintal.
Mesmo achando estranho os cães não estarem por ali, Antônio continuou sua rotina, lavou-se, tomou café e saiu para a piscina. Resolveu que iria olhar os canis primeiro, afinal o sr. Marcelo devia ter esquecido de soltar os cães, não seria a primeira vez, ele sempre esquecia quando bebia demais.
Mas os planos de Antonio tiveram que ser cancelados antes de chegar aos canis. Ao passar pela piscina viu algo que marcaria sua vida para sempre, ou pelo menos pelos próximos minutos. Um copo de uísque, um copo de uísque sem gelo. Antonio reconheceu a dose do uísque preferido dos patrões, porém as duas pedras de gelo tradicionais não estavam no copo e o coração de Antonio disparou, ele não podia se mexer tamanho o choque, desejou do fundo da alma ver as duas pedras de gelo no uísque, piscou, coçou os olhos, respirou fundo e olhou mais uma vez. O desespero de Antonio foi enorme, realmente não havia gelo no uísque e Antonio teve certeza de que alguém estava morto.
Exagero? Alucinação? Loucura?
Não, Antonio estava certo, alguém estava morto. Porque? Uísque sem gelo quer dizer morte em alguma língua? Um copo de uísque sem as tradicionais duas pedras de gelo é algo tão assustador assim?
Acho que não, exceto quando no lugar do gelo há dois olhos, dois globo oculares. Pra você pode ser uma simpática forma de enfeitar seu copo de uísque, mas para Antonio foi algo aterrador, foi algo que, literalmente, lhe parou o coração.




O sol já não era mais visível, as nuvens já o cobriam por completo e ao lado do copo de uísque um senhor de 61 anos experimentava algo novo, o seu primeiro infarto.

3 comentários:

Arth disse...

Cada vez melhor...
Daqui a pouco vai acabar lançando um livro se continuar assim...

Marazzo disse...

mlk q porra engraçada pqp...

Tirando alguns erros de grafia por falta de edição, o texto está perfeito.

ou melhor...quase perfeito. Ele poderia ter acabado sem a descoberta dos olhos dentro do copo. Fiquei pensando."CARALHOO OQ Q TEM O COPO SEM GELO !??"

muito engraçado. Parabéns.

Pedro disse...

sol com nuvens e 2 copos de whisky

mt bom
mt bom msm